Novo Drone tira operadores de câmera da jogada

Tempo de leitura: 2 minutos

Gravar vídeo de qualidade profissional com um Drone não é uma tarefa fácil. Muitas vezes são necessários vários operadores para realizar a tarefa.

Novo Drone tira operadores de câmera da jogada

Pesquisadores do Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do MIT (CSAIL) acreditam terem encontrado uma maneira de automatizar esse processo, ou seja, tirar as pessoas da jogada!

 A equipe anunciou a criação do sistema  esta semana (maio/2017) e  planeja apresenta-lo em uma conferência no final deste mês (maio/2017). Segundo os criadores, o sistema permite que os cineastas definam parâmetros como enquadramento, direção, posição da pessoa na cena etc e, em seguida, o drone fará todo o trabalho. O diretor poderá ainda, alterar as configurações, em temo real, através do controle.

Além disso, o drone tem um avançado sistema de desvio de obstáculos.

FAZENDO O TRABALHO DIFÍCIL E PERIGOSO PARA OS DIRETORES

Enquanto alguns drones populares como o DJI Mavic Pro já possuem reconhecimento e rastreamento de objetos, o projeto do MIT se destaca adicionando versões mais robustas dessas tecnologias. O sistema fica constantemente medindo e estimando as velocidades dos objetos que se movem ao redor do drone e faz isto à uma velocidade de 50 vezes um segundo.

Os pesquisadores afirmam que um diretor usando este sistema seria capaz, por exemplo, de dar uma ênfase maior para algumas variáveis ​​e o drone priorizaria este parâmetro na cena em detrimento de outros.

Do lançamento do MIT:

Bom, certamente é uma tecnologia nova e que precisa de aperfeiçoamento.  A julgar pelo vídeo da CSAIL, a menos que os atores estejam extremamente bem coreografados, a distância entre eles e aos obstáculos e a orientação dos seus corpos variam. Esse fato torna praticamente impossível que o drone cumpra todas as restrições simultaneamente.

Mas, para remediar parte do problema, o usuário pode especificar como os diferentes fatores devem ser pesados e relacionados.

Parece bom, mas, na minha opinião, ainda vai demorar até que esta tecnologia esteja totalmente adaptada as diferentes situações e as maluquices dos diretores.  

 


Se esta dica foi útil para você, poderia, por favor, deixar um comentário e/ou compartilhar nas mídias sociais? Além disso se você tiver qualquer dica sobre fotografia e vídeo com drones e queira dividir com os leitores da Drone in Art, envie um email  com sua proposta para  contato@droneinart.com. Seu artigo poderá ser publicado e visto por muitas pessoas.


Este blog é um hobby feito com muita dedicação e seu apoio realmente ajudará a mantê-lo no ar.

Forte abraço!

Gustavo Stachlewski Torres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *