Manutenção de Drones com Marcelo Palhares

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Os Drones hoje são considerados uma inovação e um bom investimento no ramo de imagens aéreas e vem crescendo muito nestes últimos anos. No entanto, assim como todo equipamento com avançada tecnologia, exige um mínimo de conhecimento técnico. A Drone in Art conversou com um dos maiores especialistas brasileiros em manutenção e reparo de Drones (da fabricante Chinesa DJI).  Marcelo Palhares respondeu uma série de questionamentos sobre manutenção e boas práticas de voo com Drones.  Confira a seguir como foi nossa conversa.

Drone in Art: Dependendo do local de vôo as aeronaves ficam expostas, por exemplo, a poeira, insetos, pássaros etc. Uma das dúvidas que muitos leitores tem é sobre  como cuidar da limpeza do Drone, você tem alguma dica para nos passar?

Marcelo Palhares: Sim, utilize produtos normais domésticos biodegradáveis como um detergente neutro, por exemplo, e uma flanela de microfibra. Ar comprimido e/ou um pincel também são muito úteis e auxiliam na conservação da aeronave.

Drone in Art: E quanto a limpeza da câmera?

Marcelo Palhares:  A câmera da DJI é blindada à entrada de poeira, dessa forma devemos limpar somente o filtro UV localizado em frente a lente (pode ser removido) com uma pequena bombinha de ar (para remover as partículas) e posteriormente com uma flanela de micro fibra.

Drone in Art:  Imprevistos acontecem, seja por falta de prática do operador ou por algum problema técnico na aeronave. Quais são os reparos mais frequentes que você faz em sua oficina?

Marcelo Palhares:  Revisões preventivas e/ou consertos relacionados a algum tipo de acidente com a aeronave são os serviços mais freqüentes que realizamos por aqui. Mesmo após uma queda conseguimos recuperar a aeronave de modo que ela saia perfeita, calibrada e configurada, mantendo a confiança do piloto e, principalmente, um voo seguro.

Drone in Art:  Muitas vezes utilizamos os Drones em locais remotos, longe da assistência técnica.Você poderia nos dar uma dica sobre o que precisamos levar para fazer pequenos reparos no Drone?

Marcelo Palhares:  No próprio kit do Drone vem  uma chave para ajustes de regulagem do suporte de radio  e para colocação e retirada das hélices. No entanto, estas ferramentas não são adequadas para fazer um reparo mais relevante. Procuramos  orientar nossos clientes que após uma queda, por menor que seja, o ideal é fazer uma revisão na aeronave (em assistência técnica especializada), de modo a manter  a confiança do operador na aeronave e, também, a segurança do voo.

 

Drone in Art:  Um dos maiores “medos” de um operador de drone é que ocorra uma perda de sinal entre a aeronave e o rádio controle.  Poderia nos falar sobre quais são os principais motivos para que isso aconteça?

Marcelo Palhares:  Não há um motivo exato, pode estar relacionado a vários fatores como, por exemplo,  propagação, portadora, inferência por radio frequência e eletromagnética etc.  A interferência eletromagnética, por exemplo, esta relacionada a um campo eletromagnético local gerado pro alguma antena de rádio transmissor ou retransmissora. Na Avenida Paulista em São Paulo, por exemplo, é um local com campo eletromagnético elevado (muitas antenas transmissoras) podendo ocasionar interferência e perda do sinal entre o rádio controle e o  Drone.

Vídeo sobre a perda de sinal do GPS

Vídeo sobre a perda de sinal de vídeo

Drone in Art: Recebemos muitos relatos de pessoas que perderam suas aeronaves enquanto estavam voando. Segundo elas o Drone assumiu uma direção aleatória e seguiu sem rumo, o famoso flyaway.   O que é e como ocorre o flyaway? Podemos evitar?

Marcelo Palhares: Na minha visão técnica não existe  flyaway como todos dizem, comigo nunca aconteceu, e caso aconteça com alguma aeronave, certamente esta relacionado a algum tipo de erro de procedimento por parte do operador.

Drone in Art: As baterias são, sem dúvida, um dos itens mais importantes da aeronave.  Quais os cuidados que devemos ter com elas para prolongar sua vida útil?

Marcelo Palhares:  As baterias já tem um sistema próprio de auto descarga, mas o ideal é nunca guardá-las carregadas. Por padrão elas devem  ser armazenadas  em carga de guarda (storage mode) o que representa uma carga de 25 a 30% do total.

Vídeo sobre problemas na baterias do Inspire 1

Drone in Art: Aeronaves convencionais não decolam sem antes fazer um checklist  e o mesmo ocorre após o pouso. Com os  Drones não é diferente, ou seja, existem procedimentos de segurança que devem ser seguidos. Você poderia nos passar um checklist de referência tanto par antes  quanto para depois do voo?

Marcelo Palhares:  O melhor Checklist e o que eu recomendo e pratico junto quando estou dando os treinamentos de voo em campo, é o que esta descrito no manual operacional da aeronave e poucos leem. Oriento sempre meus clientes a decolarem como se estivessem abordo da aeronave e verificar se as hélices foram colocadas de forma correta e se estão em perfeito estado. Além disso, deve-se verificar a carga da bateria e do controle, ambas devem estar com carga máxima.

Outra recomendação é seguir uma sequência de inicialização:

1º Ligar o rádio controle;

2º Ligar a aeronave;

3º Aguardar que a aeronave memorize ponto o de decolagem (Home Point);

4º Verificar a direção do vento;

5º Determinar a área de voo e quando se sentir seguro e confiante abrir voo corrido.

Drone in Art: Sabemos que a venda de Drones disparou nos últimos anos e muitos operadores voam sem responsabilidade.  Quais são suas dicas e recomendações quanto as boas práticas do  voo com Drones?

Marcelo Palhares: Não voar em áreas próximas a prédios construções, linhas de retransmissão, principalmente, ler o manual de operações, e fazer um treinamento técnico em campo sob todos os procedimentos práticos do voo.

Vídeo sobre segurança no voo

Para entrar em contato com o Marcelo Palhares visite seu canal no yotube clicando aqui ou em sua página do Facebook. Por email é só digitar marcelogama3@hotmail e em enviar. Se preferir  entre em contato por telefone (11) 99981-5362. Marcelo é muito atencioso e terá imenso prazer em ajudar.