Foto da Semana – Lençóis Maranhenses, Maranhão, Brasil

Tempo de leitura: 2 minutos

Foto da Semana - Lençóis Maranhenses, Maranhão, Brasil

Localização: O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses fica no Maranhão a cerca de 260 Km da capital São Luiz. A cidade de Barreirinhas e a vila de Atins são os pontos de partida para quem quiser conhecer a região.

Como Chegar:  

De avião
O aeroporto mais próximo é o de São Luís, a 260 km do parque.

De carro
A principal porta de entrada para os Lençóis Maranhenses é a cidade de Barreirinhas, a 260 quilômetros de São Luís. Acesso pela BR-135 e a MA-402 – há sinalização, apesar de precária. A vila de Atins é um dos grandes atrativos e vale a visita, fica a cerca de 1h de barco a partir de  Barreirinhas.

De ônibus
A empresa Cisne Branco faz a linha São Luís x Barreirinhas e tem partidas diárias (98-3243-2847/www.cisnebrancoturismo.com.br) 

De van e táxi
As empresas , Levatur (98-9-9969-4544), GI Connect (98-3254-0328) e  BRTur (98-3236-6056) fazem o trajeto de van; e a Coopcart (98-3258-9239) e o Leomar (98-98723-8405, indico, fui e voltei com ele), de táxi. As saída são do aeroporto ou do hotel.

Época do ano: verão (não é a época ideal para conhecer os Lençóis. Motivo: muitas lagoas estão secas)

Equipamento utilizado: Phantom 3 Pro e mochila de transporte DJI.

Fotografar com drone nos Lençóis Maranhenses não é uma tarefa fácil. Vento constante e areia por todo o lado, fazem da pilotagem uma aventura. Para fazer esta fotografia tive que segurar o drone na posição, como assim? O vento era muito forte e para estabilizar precisei compensar acelerando o drone para o lado oposto ao vento. Ele ficou de lado e, se não fosse o sistema de estabilizaçao, muito bom diga-se de passagem, essa foto seria praticamente impossível de ser feita, sobretudo por tratar-se de uma panorâmica. Não subi muito, porque o vento acima dos 50m era ainda pior, portanto fui ao máximo de 30m. O registro é do por do sol nas dunas próximas a cidade de Barreirinhas. Para chegar lá só de 4×4 e com motoristas experientes, acredite, não é para qualquer um. Utilizei velocidade de 1/80 para ambas e software Addobe Lightroom para fazer o merge das imagens e ajustar a cor (arquivo RAW). A abertura como sempre foi a f2.8.

 


Se você gostou do post poderia, por favor, fazer um grande favor e compartilhá-lo em sua mídia social?


Este blog é um hobby feito com muita dedicação e seu apoio realmente ajudará a mantê-lo no ar.

Forte abraço!

Gustavo Stachlewski Torres

Você tem uma  pergunta ou comentário? Por favor, sinta-se à vontade para entrar em contato diretamente pelo e-mail gustavostorres@droneinart.com ou simplesmente deixe um comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *