Como a perspectiva na fotografia com drones varia com a mudança de altitude de voo

Tempo de leitura: 3 minutos

Olhar apara fora da janela do avião e não se encantar com o visual, é quase impossível!

Há uma beleza inerente e fascinação em ver as coisas de uma perspectiva diferente e deve ser por isso que a fotografia aérea com drones tem crescido muito nos últimos anos. Os drones podem ir onde não podemos e desta forma eles abrem uma nova forma de olhar o ambiente ao nosso redor.

Hoje, podemos encontrar drones com preços bem acessíveis (veja o artigo 17 Drones para você comprar em 2017) e com câmeras excelentes que, por consequência, aumentam o número de usuários desta tecnologia. Mas, tenha em mente que apenas entrar em uma loja e comprar o melhor drone não garante boas fotos. Como em todas as formas de arte é necessária habilidade e criatividade envolvidas.  A fotografia com drones segue as mesmas técnicas aplicadas na fotografia convencional: enquadramento, assunto, posicionamento, iluminação, ângulos etc. Visite os sites de alguns fotógrafos como  Bernhard Bernhard,  Jason Hawkes  , Kirk Hille, Gabriel Scanu,  estude-os e tente produzir imagens semelhantes para aguçar sua criatividade e percepção de perspectiva.


Clique AQUI e baixe gratuitamente o seu eBook, Drone e Fotografia de Paisagem, e tenha acesso a dicas preciosas.


Sempre que saio para fotografar com meu drone procuro variar os ângulos e experimentar diferentes altitudes de voo. É indiscutível a mudança de perspectiva quando você esta fotografando uma mesma cena a 30m de altura ou a 60m. As formas mudam, as cores se revelam, enfim, fica tudo diferente!  Fotografias a grandes altitudes costumam planificar os objetos enquanto que altitudes baixas dão uma visão tridimensional.

Para deixar uma pouco mais claro o quanto a perspectiva muda com a variação de altura fiz um pequeno exercício e gostaria de dividir com você.  Registrei uma séria de fotografias variando altura de 30 em 30 metros até o máximo de 120 metros (conforme regras da ANAC). Na primeira série de fotografias fixei a câmera com um ângulo de 45° e procurei não variar o enquadramento (sem deslocamento horizontal).

Para a segunda série fiz fotografias perpendiculares, ou seja,  com a câmera a 90° apontando para baixo. Este plano é conhecido como plano zenital (ou plongê absoluto) a foto é perpendicular de cima para baixo (o contrário, ou seja, com a foto perpendicular de baixo pra cima o plano seria NADIR).

Um ótimo exemplo é o trabalho do fotógrafo americano Navid Baraty onde ele retrata ruas e cruzamentos de Nova York na série “Intersection”, utilizando somente este tipo de ângulo (zenital).

1ª Série: Fotografias coma a câmera na horizontal (ângulo de 45°)

 

Como a perspectiva na fotografia com drones varia com a mudança de altitude de voo
Registro de altitude: 30m

 

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 60m

 

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 90m

 

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 120m

2ª Série: Fotografias coma a câmera na vertical (ângulo de 90°)

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 30m

 

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 60m

 

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 90m

 

Como a perspectiva varia coma altura
Registro de altitude: 120m

Muitos leitores costumam me perguntar qual é a melhor altitude para fotografar paisagens, pessoas etc. Bom, acredito que estas imagens dizem tudo, não? Tudo depende do seu olhar, da sua proposta fotográfica, não existem regras. O conselho que sempre dou é: varie, aproveite a liberdade que o drone dá de voar a 10 ou a 100 metros do chão. Bons voos!


Se você gostou do post poderia, por favor, fazer um grande favor e compartilhá-lo em sua mídia social?


Este blog é um hobby feito com muita dedicação e seu apoio realmente ajudará a mantê-lo no ar.

Forte abraço!

Gustavo Stachlewski Torres

Você tem uma  pergunta ou comentário? Por favor, sinta-se à vontade para entrar em contato diretamente pelo e-mail gustavostorres@droneinart.com ou simplesmente deixe um comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *